Water-Gen

Ar em Água

  •   Tecnologia Israelense transforma ar em água potável para tropas
  •    
    Entre as preocupações dos chefes militares está garantir que fontes de água estejam sempre disponíveis, mesmo áreas mais áridas.
    Uma empresa israelense aceitou o desafio para garantir que  água possa estar facilmente disponível, em qualquer lugar e a qualquer momento, extraindo da mais comum das coisas:o ar.
  • icon_zoom.png
    Water-Gen Water-Gen
    Nocamels
     
    A Water-Gen, sedeada em Rishon LeZion, Israel, especializada na produção de água e tecnologias de tratamento de água integrado com  veículos de tácticas militares e unidades de terra. Sua tecnologia extrai água da humidade do ar ambiente e o transforma em água potável.
    Inicialmente, o sistema de filtra o arr para que água possa ser extraída e acomodada em recipientes. Em seguida, é arrefecida e transformada em água potável. Esta água pode ser servida de uma torneira dentro do sistema ou dentro da cabine.
     O Presidente e co-CEO, Arye Kohavi, diz que "o transporte de água é uma das razões mais comuns para a partida de comboios em Afeganistão. Estes comboios são atacados e têm vítimas." Ele acrescenta que "se nós podermos produzir a água no ponto exato onde ele é consumido, poupamos a necessidade de transportar água e reduzir as despesas e riscos."
    De acordo com a Water-Gen, o dispositivo, que pode ser montado em veículos, produz 10-20 galões (40-80 litros) de água pura por dia, mesmo em condições de campo e condições meteorológicas duras. O sistema, que é operado pela energia solar ou eléctrica, é projetado para atender aos padrões e necessidades militares, acrescenta a empresa.
    A empresa tem  uma grande escala de patentes de sistemas e tecnologia pendentes. Em 2011, ele completou um experimento de três semanas com unidades terrestes da US Army, em que seus sistemas forneceram  aos soldados água potável em toda as escavações.
    Eventualmente, a Water-Gen espera que a tecnologia possa ser implementada não apenas nas forças armadas, mas em regiões com escassez  em todo o mundo também. Os Estados Unidos, a Índia, o Reino Unido, Espanha e a ACNUR já mostraram interesse nos produtos da empresa.
     
     
  •