Recepção do Dia Nacional

Embaixadora destaca cooperação Cultural

  •   Irit Savion salienta engajamento para reforço da bilateralidade
  •    
    ​Na sua intervenção, fez ainda menção a algumas iniciativas do seu país, no domínio cultural, com o objectivo de aproximar ainda mais os dois povos, entre as quais a vinda a Angola de grandes artistas israelitas
  • icon_zoom.png
    65th years of Independence 65th years of Independence
    Embaixadora de Israel em Angola, Irit Savion Waidergorn
     
     
    A embaixadora de Israel em Angola, Irit Savion-Waidergon, salientou hoje, em Luanda, o engajamento das autoridades angolanas e israelitas para reforço da cooperação bilateral.
     

    Irit Savion-Waidergon proferiu estas declarações durante uma recepção no quadro da celebrações dos 65 anos da independência do Estado de Israel, este ano festejado por antecipação, em Luanda, no Dia da Reunificação de Jerusalém, que hoje se assinala.
     

    A embaixadora disse que “durante estes anos, os dois países têm trabalhado muito para dar conteúdos às relações bilaterais em muitas áreas, como agricultura, comunicações, construção e cultura”.
     

    Acrescentou que as relações bilaterais entre Israel e Angola foram estabelecidas há 20 anos, mas só em 1995 Israel abriu a embaixada em Luanda e, poucos anos depois, Angola fez o mesmo neste país.
     

    Na sua intervenção, fez ainda menção a algumas iniciativas do seu país, no domínio cultural, com o objectivo de aproximar ainda mais os dois povos, entre as quais a vinda a Angola de grandes artistas israelitas.
     

    Neste sentido, reforçou, um dos principais aspectos temáticos na recepção, ocorrida no jardim da União dos Escritores Angolanos (UEA), esteve relacionado com o fortalecimento dos laços de amizade e da cooperação, mais ainda, no domínio cultural, com a vinda a Luanda de um dos principais chefes de cozinha israelitas, Shaul Bem-Aderet.
     
    Igualmente, para prestigiar a recepção, esteve presente a Primeira-Dama de Angola, Ana Paula dos Santos, que, em breves declarações à imprensa, desejou êxitos e fez votos de que Israel consiga alcançar a paz definitiva para que possa manter o nível de desenvolvimento que possui.
     

    Ana Paula dos Santos agradeceu ainda o apoio que o Estado de Israel tem dado a Angola, em especial às suas crianças.
     

    Estiveram também presentes nesta recepção secretários de Estado, membros do corpo diplomático acreditado no país, autoridades religiosas, politicas, entre outras, que aproveitaram o momento cultural e desfrutaram um pouco da culinária israelita.
     
    Fonte: Angop