Prêmio-Nobel-fizica

professor da Universidade de Tel Aviv ganha nobel

  •   François Englert, judeu belga e Peter Higgs compartilham nobel
  •    
    ​François Englert, sobrevivente do holocausto e professor colaborador  na Universidade de Tel Aviv, compartilha o prêmio Nobel de Física 2013.
  • icon_zoom.png
     : Wikipedia
    foto: wikipédia
     
    ​O professor e colaborador da Universidade de Tel Aviv François Englert ganhou nesta terça, 8 de outubro, o Prêmio Nobel de Física 2013, junto com seu parceiro de pesquisa Peter Higgs. Eles previram a existência do bóson de Higgs , que explica uma questão fundamental sobre a massa para formar estrelas e planetas.
     
    Englert, judeu belga sobrevivente do Holocausto, 80 anos, é casado com uma israelita. Após a invasão da Bélgica pela Alemanha nazista, em 1940 - quando ele tinha sete anos -, teve que esconder sua origem judaica e se refugiou em orfanatos em diversas cidades belgas, até a liberação do país por tropas americanas. Ele é professor emérito da Universidade Livre de Bruxelas e teve fortes laços de pesquisa com a Universidade de Tel Aviv durante os últimos 30 anos.
     
    O bóson de Higgs é a última peça do modelo da física que descreve o funcionamento básico do universo. Alguns comentaristas - embora não os cientistas – o têm chamado de "partícula de Deus", por seu papel na transformação do Big Bang em um cosmos ordenado.
    Quando perguntado sobre como se sentia ao ser laureado, Englert disse: "Você pode imaginar que isso não é muito desagradável, é claro. Estou muito, muito feliz por ter conseguido este prêmio extraordinário".
     
     
    fonte: Conib