Museu de Arte de Tel Aviv

Melhor museu de 2012

  •   Museu de Arte de Tel Aviv vence prêmio de melhor museu
  •    
    Travel and Leisure que é considerada uma das mais influentes revistas de viagens na América, elogiou a obra de Tel Aviv, afirmando que "em contraste com a forma drástica dos novos museus de arte, ele consegue ser ao mesmo tempo deslumbrante e recursos para a arte em exposição." Enquanto arquiteto e juri da  T + L  Billie Tsien, disse: "O Museu de Tel Aviv é uma peça de escultura, mas é uma escultura que aceita  a arte."
  • MFA
     
    O Museu Tel Aviv de Arte ganhou o Prêmio de Melhor Museu da prestigiosa revista Travel and Leisure  de 2012, pelo novo prédio Herta e Amir Paul Building, que foi inaugurado em 2 de novembro de 2011. 
     
    A Travel and Leisure que é considerada uma das revistas de viagens mais influentes na América, elogiou o edifício de  Tel Aviv, afirmando que "Ao contrário de muitos museus de arte, o edifício consegue ser ao mesmo tempo deslumbrante e respeitoso para com a arte em exposição”. Enquanto o arquiteto e jurado, Billie Tsien, disse: " O museu de Tel Aviv é bem uma peça de escultura, mas é uma escultura que aceita arte ".
     
    Com 195 mil metros quadrados, 55 milhões dólares investidos, o edifício foi desenhado por Preston Scott Cohen de Cambridge, Massachusetts. O prédio de concreto e vidro é um tour pela força da geometria complexa. A estrutura inclui cinco níveis - dois acima e três abaixo - que torcem de andar em andar, para acomodar grandes galerias retangulares.
     
    O campus do Museu está localizado no coração de Tel Aviv, imediatamente adjacente ao Centro Cultural Golda Meir (com a Nova Ópera de Israel e o Teatro Cameri) e a Biblioteca Municipal Beit Ariela. O edifício principal é uma estrutura de 175.000 metros quadrados desenvolvido por Dan Eytan e Yashar Yitzchak que foi inaugurado em 1971 e depois ampliado com um Jardim de Esculturas de 11.300 metros quadrados (inaugurado em 1996) e novamente ampliado com a ala Gabrielle Rico de 32.300 metros quadrados (Dan Eytan, 1999). 
     
  •