Desertificação de Namibe

Combate à desertificação no Namibe

  •   Projecto conta com especialidade de Israel
  •    
    ​...
  • Sistema de irrigação por gotejamento (técnica israelita)
     
    ​O projecto é resultado de um acordo firmado em Maio de 2011 entre o Ministério da Agricultura e a empresa israelita Mitreli, e destina-se à introdução da ecologia sustentável através de práticas agrícolas, para dar apoio à população local.
    Com a duração de 18 meses, contempla ainda a introdução de um sistema de irrigação com seis quilómetros de extensão e a instalação de um sistema de captação independente de água, a partir do qual vão ser introduzidas quatro bombas de adopção.

    Formação em Israel

    Para receberem formação sobre técnicas de combate à desertificação, especialistas angolanos deslocam-se em breve a Israel, anunciou o director nacional do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), no Tômbua, por ocasião do lançamento do projecto.
     
    No âmbito das medidas a adoptar, o município deve ser contemplado com a criação de uma nave para processamento de plantas, com uma área calculada em mil metros quadrados, com sistema de rega por prospecção, fornecimento de adubos e fertilizantes, plantas, trabalho de manutenção de terras, meios como camião, motociclos e carrinhos, e a construção de um centro de formação com quatro salas, escritórios e uma residência.
    O objectivo é elaborar um plano pormenorizado para cinco províncias afectadas pela desertificação, a instalação e acompanhamento por um período de 18 meses por parte da empresa contratada (Agricultiva de Israel) e implantação de uma cortina verde com cerca de oito quilómetros, na qual vai ser efectuada a introdução de fruteiras.
     
     
     
     
     
     
    Fontes: 
        
     
     
       Angop