Angola e Israel avaliam projectos

Cooperação Angola e Israel

  •   Angola e Israel avaliam projectos de Energia e Águas
  •    
    As reuniões foram realizadas no âmbito da visita de trabalho de três dias que o Chefe da Diplomacia angolana efectua desde terça-feira ao Estado de Jerusalém, com vista ao reforço das relações bilaterais.
     
    No encontro com Uzi Landau foram abordadas questões relacionadas com a participação de técnicos israelitas no programa de abastecimento de água às populações, assim como foi transmitida a experiência israelita neste domínio.
     
    De acordo com a fonte da delegação angolana, a reunião visou essencialmente focar aspectos ligados ao melhoramento do abastecimento de água e energia eléctrica às populações no âmbito do programa do Executivo de combate à fome e à pobreza.
     
  • Jornal de Angola
     
    “ O fornecimento da energia eléctrica e o abastecimento de água potável às populações constituem aspectos fundamentais para a melhoria do nível de vida das populações”, realçou a fonte.
     
    Por seu turno, no encontro com a directora do Centro de Pesquisa Política da Área Internacional, Georges Chikoti tomou conhecimento da visão do Estado de Israel em relação à situação actual do Médio Oriente.
     
    Na ocasião, foram abordadas questões ligadas à paz na Palestina, ao conflito israelo-árabe, bem como a situação prevalecente na Síria, entre outros assuntos ligados à política internacional.
     
    Para o último dia da estadia em Israel, Georges Chikoti vai manter um encontro com os embaixadores dos países africanos acreditados neste estado, para um briefing sobre a actualidade política angolana, em particular, e africana, em geral. Tem também agendado uma reunião com os funcionários da Embaixada de Angola em Israel.
     
    As relações entre Angola e Israel remontam ao inicio dos anos 90, altura em que os dois países assinaram o acordo para o estabelecimento de relações político-diplomáticas e de cooperação.
     
    À luz dos referidos acordos, as relações entre os dois Estados podem ser consideradas boas, desenvolvendo-se mais entre empresas privadas israelitas e empresas públicas angolanas. As acções desenvolvem-se mais nas áreas da Agricultura, Saúde, Telecomunicações Comércio, entre outras.



    Fonte: Angop
     
  •