EDUCAÇÃO: Sistema educacional

EDUCAÇÃO: Sistema educacional

  •   Ensino primário e médio
  •    

     

    A natureza pluralista da sociedade israelense está inserida na estrutura do sistema educacional. ​​

  • icon_zoom.png
    icon_zoom.png
    Education - Primary and secondary Education - Primary and secondary
    Escola particular ultraortodoxa (S.I.G. / A. Ben Gwershom)
     
  •  
  • Sistema educacional

  •  
     
    Elèves d'une école arabe (avec l'autorisation de la Fondation de Jérusalem / S. Sabella)
    Escola árabe (Imagem cedida pela Fundação Jerusalém / S. Sabella)
    A frequência escolar é obrigatória dos 6 aos 16 anos e gratuita até os 18 anos. A educação formal se inicia na escola primária (1a à 6a série) e prossegue no nível médio (7a à 9a série) e secundário (10a à 12a série). Cerca de 9% da população escolar entre 13 e 18 anos estuda em regime de internato.
     
    A natureza pluralista da sociedade israelense está inserida na estrutura do sistema educacional. As escolas são divididas em quatro grupos: escolas públicas, frequentadas pela maioria das crianças do país; escolas públicas religiosas, que dão ênfase aos estudos judaicos, à tradição e à observância religiosa; escolas árabes e drusas, onde a língua de ensino é o árabe e que focam na história, religião, cultura árabe e drusa; e escolas particulares, sob os auspícios de vários grupos religiosos e internacionais.
     
    Nos últimos anos, com a crescente preocupação dos pais no que concerne à orientação da educação de seus filhos, foram fundadas novas escolas, que refletem a filosofia e as crenças de grupos específicos de pais e educadores.

  • Currículo

  •  

    ​A maior parte da carga horária diária é dedicada aos programas letivos obrigatórios. Embora as matérias lecionadas sejam uniformes em todo o sistema, as escolas têm liberdade de opção dentre uma ampla gama de unidades de estudo e de materiais de ensino, propostos pelo Ministério da Educação, para adaptá-los às características de seu corpo docente e discente.

    Para aprofundar a compreensão dos alunos sobre a sociedade em que vivem, a cada ano, um tópico especial de importância nacional é estudado em mais profundidade. Entre os temas já abordados citam-se os valores democráticos, a língua hebraica, a imigração, Jerusalém, a paz e a indústria.

     

  • Ensino médio

  •  
    Intermediate School technology class (Photo: GPO / A. Ohayon)
    Turma de tecnologia, ensino médio (S.I.G. / A. Ohayon)

    A maioria das escolas de ensino médio oferecem currículos científicos e na área de ciências humanas, levando a um certificado de matrícula e ao ensino superior.

    Certas escolas secundárias têm currículos especializados, que conduzem ao certificado de conclusão de 2° grau e/ou a um diploma de ensino vocacional. As escolas tecnológicas formam técnicos e engenheiros operacionais em três níveis; alguns se preparam para a continuação dos estudos em nível superior, outros estudam para obter um diploma de ensino vocacional e outros adquirem habilidades práticas. As escolas agrícolas, em caráter residencial, acrescentam estudos de agronomia às matérias básicas.

    As escolas preparatórias militares, de dois tipos, preparam futuros profissionais e técnicos para a carreira militar nos campos específicos necessários às Forças de Defesa de Israel. Yeshivas de 2° grau, de modo geral internatos, com estruturas separadas para moças e rapazes, complementam o currículo secular com estudos religiosos intensivos, promovendo a observância da tradição e o modo de vida religioso judaico. As escolas são abrangentes e oferecem vários programas de estudos vocacionais, desde contabilidade a mecânica, eletrônica, hotelaria, planejamento visual e outros.
     

    Percentage of Matriculation Examinees in 17-Year-Old Population 

    Porcentagem de candidatos ao ensino superior em entre a população de 17 anos

     

     
    Jovens que não frequentam as escolas acima mencionadas estão sujeitos à Lei de Aprendizado, que os obriga a estudar para obter uma profissão numa escola de ensino vocacional aprovada. Os programas para aprendizes são oferecidos pelo Ministério do Trabalho em escolas afiliadas a redes vocacionais. Estes programas, de três a quatro anos de duração, consistem de dois anos de estudos regulares seguidos por um ou dois anos durante os quais os alunos estudam três dias por semana e trabalham nos outros dias no ofício que escolheram. Os ofícios variam de cabeleireiro e cozinheiro a mecânica e digitação.

     

     

  • Administração e estrutura

  •  

    O Ministério da Educação é responsável pelos currículos escolares, pelos padrões educacionais, pela supervisão do corpo docente e pela construção dos prédios escolares. As autoridades locais são encarregadas da manutenção das escolas, e da aquisição de equipamento e material. Os professores dos jardins de infância e escolas primárias são funcionários do ministério, e os das escolas intermediárias e secundárias são funcionários de órgãos locais que recebem para esse fim as verbas do ministério, de acordo com o tamanho de sua população escolar. O governo subvenciona 80% das despesas em educação e o restante é financiado pelas autoridades locais e outras fontes.

     

     

    A Televisão Educativa (ETV), uma unidade do Ministério da Educação, produz e transmite programas escolares para uso em salas de aula e programas educacionais para toda a população. Além disso, a ETV colabora com profissionais da educação em universidades e seminários de professores no desenvolvimento de novos métodos de ensino.

    Dedicada ao fornecimento de educação para toda a vida, a ETV orienta sua produção para pessoas de todas as idades, através de programas de enriquecimento para crianças, programas de entretenimento para jovens, cursos educacionais para adultos e notícias para todos.

     

  • Educação de crianças especiais

  •  

    ​Crianças superdotadas, que se classificam entre os primeiros 3% de suas turmas e foram aprovadas em testes especiais, participam de programas de enriquecimento, que variam desde escolas especiais de tempo integral a cursos extracurriculares. Uma classe de superdotados se caracteriza pelo nível dos alunos e pelos assuntos estudados, com ênfase não somente na aquisição e compreensão dos conhecimentos, mas também na aplicação dos conceitos aprendidos em outras disciplinas. As crianças que participam desses programas aprendem a pesquisar e trabalham de forma independente com novos materiais.

    Crianças com necessidades especiais ou problemas de aprendizagem são encaminhadas para locais com estrutura adequada, de acordo com a natureza de sua deficiência, para permitir integração social e vocacional às comunidades em que vivem. Assim, algumas são atendidas em instituições especiais, enquanto que outras frequentam classes especiais nas escolas comuns, ou estudam em turmas regulares, recebendo assistência suplementar.

    A responsabilidade por seu bem-estar é compartilhada por profissionais da área de saúde, psicólogos, assistentes sociais e professores especializados em educação especial, assim como pela família e vários serviços de apoio comunitários. Uma comissão constituída por lei, nomeada pelo Ministro da Educação, determina o enquadramento das crianças com necessidades especiais aos programas e instituições de educação especial, gratuitos dos 3 aos 21 anos.​​