Israel aceite no CERN

Israel admitido no CERN

  •   Israel foi admitido como país-membro da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN)
  •    
    .
  • © CERN
     

    ​Israel foi admitido como país-membro da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), tornando-se no primeiro país a ser admitido na organização desde 1999.

    A decisão foi tomada por unanimidade na 169.ª sessão do conselho do CERN, que decorreu esta semana, e recompensa a colaboração de Israel com a organização em mais de 20 anos, de acordo com um comunicado da missão permanente do Estado judaico nas Nações Unidas, em Genebra, hoje divulgado.

    "A comunidade científica israelita deu grandes contribuições ao CERN, ao longo dos anos. Damos as boas-vindas a Israel como 21.º Estado-membro para intensificar a nossa colaboração", afirmou o diretor-geral do CERN, Rolf Heuer.

    Esta decisão irá permitir que Israel aprofunde a sua contribuição para benefício da ciência nos campos da investigação, desenvolvimento e educação dentro dos projectos estabelecidos pelos CERN.

    A associação formal de Israel com o CERN iniciou em 1991, quando o país recebeu o status de Estado Observador. Hoje, Israel está envolvido em projectos de grande dimensão e recebeu o estatuto de Estado Membro com plenos e totais direitos.