CIÊNCIA: P&D nas universidades

CIÊNCIA: P&D nas universidades

  •    
    Em relação ao tamanho de sua força de trabalho, Israel tem um número muito maior de estudos publicados nos campos das ciências naturais, engenharia, agricultura e medicina do que qualquer outro país, e uma boa parte das publicações do país são de coautoria de cientistas israelenses e de outros países, muito mais do que ocorre no resto do mundo.​
  • Imagem cedida pelo Instituto Weizmann de Ciências
     

    R&D at Universities: Weizmann Institute of Science
    Imagems cedidas pelo Instituto Weizmann de Ciências
    R&D at Universities: Weizmann Institute of Science

    Como em todas as universidades do mundo, o progresso do conhecimento científico básico é o principal objetivo dos pesquisadores nessas instituições em Israel. A publicação de livros e artigos assinados por israelenses, abrangendo todos os campos científicos, é a principal expressão da produção universitária Israel publica uma porcentagem desproporcional (aproximadamente 1%) dos artigos científicas do mundo, e em muitos campos, como a química e ciências da computação, eles têm um impacto particularmente elevado na comunidade científica mundial.

    Em relação ao tamanho de sua força de trabalho, Israel tem um número muito maior de estudos publicados nos campos das ciências naturais, engenharia, agricultura e medicina do que qualquer outro país, e uma boa parte das publicações do país são de coautoria de cientistas israelenses e de outros países, muito mais do que ocorre no resto do mundo.

    Com o objetivo de integrar a ciência israelense na comunidade científica mundial, pesquisas de pós-doutorado e estágios de aperfeiçoamento no exterior, assim como a participação em conferências científicas internacionais são sempre estimuladas. São realizados diversos programas de intercâmbio e projetos conjuntos em níveis institucionais, universitários e governamentais, envolvendo organizações parceiras no exterior. Israel é também um importante centro de congressos científicos internacionais, e mais de cem desses eventos se realizam anualmente no país.

    Em paralelo às atividades de pesquisa científica, as universidades continuam a desempenhar um papel importante e inovador nos avanços tecnológicos de Israel. O Instituto Weizmann de Ciência foi uma das primeiras instituições do mundo a criar uma organização para a utilização comercial de suas pesquisas (1958); hoje, existem organizações semelhantes em todas as universidades israelenses. A criação de parques industriais com base na pesquisa científica, junto a campus universitários foi uma iniciativa de grande sucesso comercial. As universidades também criaram indústrias paralelas para a comercialização de produtos específicos com base em suas pesquisas, muitas vezes associadas a parceiros comerciais locais e estrangeiros.

    As universidades também se dedicam a pesquisas interdisciplinares e mantêm institutos de análise e teste, em vários campos científicos e tecnológicos vitais à indústria do país, em áreas como construção, transporte e educação, como pontos fundamentais da pesquisa aplicada. Além disso, grande número de faculdades assessoram às indústrias, em assuntos técnicos, administrativos, financeiros e gerenciais.​


     
  •